Instagram: @derepentetrintei

Olá pessoal!

Após postar uma foto no instagram sobre meu processo de emagrecimento, muitas pessoas vem me perguntando o que eu tenho feito para alcançar esses resultados.

Por muito tempo eu estava me alimentando de forma errada e não praticando atividades físicas. Resolvi mudar meu estilo de vida não apenas por estética, mas também pelo fato de estar sempre sem energia e indisposta. Adotei 03 medidas significativas:

  1. comecei a praticar atividades física;
  2. inseri o jejum intermitente na minha rotinha;
  3. adotei a alimentação low carb como estilo de vida.

No vídeo abaixo eu falo sobre a forma que venho praticando o jejum intermitente! Aperta o play!

Apesar de já ser um método muito discutido e adotado pelo mundo inteiro, muitas pessoas ainda ficam em dúvida se realmente ajuda a perder peso, pois existem outros métodos que, de fato, só fazem prometer. Confesso que estou chocada da forma como o meu corpo tem respondido positivamente ao jejum. Nos primeiros dias o processo de adaptação realmente não é fácil, aliás como toda mudança. Precisamos ensinar nosso corpo a consumir uma outra fonte de energia, que não a glicose.

Já é comprovado que aqueles organismos que são queimadores de glicose emagrecem, mas voltam a engordar. Por outro lado, os organismos que são queimadores de gordura emagrecem e, na maioria das vezes, permanecem magros.

O Jejum Intermitente (JI) torna o corpo mais sensível à insulina. Nos primeiros dias ele consome as reservas de glicose e glicogênio e, após esse processo, ele começa usar a gordura como combustível. Tenho gostado muito desse processo especialmente por aprender a ter domínio sobre meu corpo e, também, tenho aprendido a distinguir a fome da vontade de comer.

A vontade de comer ela ocorre por hábito… se controlarmos ela passa. Já a fome ela pode levar a sensações como mal estar, irritação, tonteiras… sintomas esses que não conseguimos controlar.

Comecei a fazer o Jejum Intermitente por 12 horas (de 22:00 hrs a 10:00) e fui aumentando gradativamente. Hoje já consigo fazer por 18 horas sem nenhum problema. Outra coisa muito importante é adotarmos uma alimentação balanceada no período da janela alimentar (por exemplo, se eu fizer jejum de 18 horas, minha janela alimentar será de 06 horas) e hidratar muito o corpo (água, chás). A alimentação que venho adotando como estilo de vida é a Low Carb e digo com toda certeza: se eu tivesse conhecido antes essa dieta já teria adotado como estilo de vida.

A alimentação low carb prioriza a comida de verdade! Alimentos com alta densidade nutricional e pobre em açucares (carboidratos). Esses alimentos são as gorduras boas, as proteínas, vegetais e algumas frutas. Claro que acabamos consumindo um pouco de carboidrato, mas nem de longe se compara aos alimentos que acabavam gerando um alto índice glicêmico no corpo e, por consequência, cada vez mais fome.

Nos posts e videos subsequentes estarei falando detalhadamente sobre o assunto e compartilhando com vocês meus resultados, minha rotina e muitas outras coisas!

Acompanhe em tempo real pelo stories do instagram a minha rotina e dicas e inscreva-se no youtube para receber nossas notificações sobre os vídeos!

Um beijo,

Isa

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here