Instagram: @derepentetrintei

 

É essa estranha mania de ter fé na vida que me move, que me faz recomeço. Resolvi desempacotar minha mudança para algum lugar que não sei onde era, enfim… retirei a poeira dos móveis, enfeitei a cômoda com rosas e frascos de perfumes. Sim: recomeços me lembram beleza e cheiro bom. Fui trabalhando detalhes há muito esquecidos e que agora me rondam a mente e o coração. Algo sinaliza que terminei uma grande travessia!

Senti-me como uma árvore passando por estações e confesso que o inverno foi longo e doloroso… minhas folhas caíram e as baixas temperaturas quase mataram meus sonhos, minha lucidez e minha capacidade de ver além do alcance dos meus olhos. Era como se a lembrança da primavera fosse muito pequenina diante de tudo que eu vivia, e que ela jamais voltaria na minha vida. As flores, os frutos, o sol… nada disso ecoava diante dos mais de 5o tons de cinza que emaranhavam meu céu. Mas o tempo do renovo enfim começa, pois as sementes parecem eclodir e o solo está fértil! É no inverno, no terreno deserto, que aprendemos a caminhar e amadurecemos dons e talentos que não imaginávamos existir em nós! É no inverno que nos reconhecemos e passamos a nos posicionar de acordo com nossa real identidade. Sim: no inverno não tem fantasia! É tempo de ser você!

Enquanto retirava minhas coisas das bolsas fui organizando tudo muito meticulosamente… recomeços são perfeitos para nos livrarmos do caos! Coloquei em ordem meus sonhos, minhas metas, meus amores, minha capacidade de sonhar… Essa ficou ao lado das rosas e dos perfumes. Resolvi construir uma prateleira acima de tudo isso e meu pote de “realizar” ficou acima. A inversão de valores fez-me perder a visão daquilo que realmente me faria feliz. Nesse inverno aprendi que viver o sonho de alguém não faz sentido, mas realizar minhas metas me dá asas e capacidade para ser coadjuvante nas vidas de muitas pessoas! Invista mais tempo da sua vida realizando do que sonhando! A procrastinação das suas realizações adoece a alma e te faz perder o sentido da vida. Procrastine desculpas para não ser você!

Aprendi que minha identidade está muito além da função que desempenho na vida… minha identidade está na essência de ser quem sou. Pense que não existe ninguém nesse mundo igual a você! Isso te dá um poder absurdo sobre a gerência de sua vida e de suas emoções! De que adianta conquistar fortunas e o que mais se desejar se não houver gerência das emoções e da própria vida? Quem conquista riqueza na vida, e apenas riqueza conquista muito pouco! Retirei de um bauzinho minha alma prolixa… essa que vos escreve. Ela estava guardada junto com a minha capacidade de sonhar e realizar. Agora ela está sendo arejada, encantada pelos novos ares e pelas possibilidades! Sim! A primavera chegou! E que venham muitas flores e frutos! Na minha e na sua vida!

Um beijo,

Isa

Comments

comments

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here