Saiba mais sobre a flor que apresenta propriedades diuréticas, ajuda a emagrecer e traz benefícios ao fígado

beneficios da alcachofra Benefícios da alcachofra

Foto: Thinkstock

A alcachofra, planta hortense cuja volumosa inflorescência fornece, antes de se abrir, um receptáculo comestível, é conhecida por seu alto teor de nutrientes e seus benefícios fitoterápicos. Consumida como salada e aperitivo, ou ainda, utilizada no preparo de massas e até mesmo chás, a planta pode ser consumida do caule às folhas e raízes e traz inúmeros benefícios à saúde.

Benefícios da alcachofra

A alcachofra é uma flor, pertencente à mesma família das margaridas e dos girassóis, rica em fibras, o que proporciona a sensação de saciedade e favorece o trânsito intestinal. De acordo com especialistas, uma alcachofra grande contém um quarto da quantidade de fibras recomendada para o consumo diário.

 
Além disso, trata-se de um eficiente auxiliar da digestão, uma vez que a cinaropicrina aumenta a secreção gástrica.

A alcachofra apresenta a cinarina como princípio ativo que estimula a formação e o escoamento da bílis hepática, líquido viscoso que é segregado pelo fígado e se acumula na vesícula biliar, de onde é vertido para o duodeno no momento da digestão.

Ademais, a cinarina abaixa significativamente as taxas de colesterol e apresenta propriedades anti-hepatotóxicas, agindo como protetora e regeneradora das células hepáticas. Logo, suas substâncias auxiliam no bom funcionamento do fígado e seu consumo é indicado para pessoas que apresentam problemas hepáticos.

A alcachofra apresenta também propriedades diuréticas. A ação diurética auxilia a eliminação de uréia e de substâncias tóxicas decorrentes do metabolismo celular, conferindo assim à alcachofra a ação depurativa.

Outro benefício atribuído à alcachofra é sua propriedade de auxiliar no emagrecimento. Sua propriedade diurética faz com que haja a eliminação de líquido, o que diminui o inchaço e, consequentemente, reduz medidas.

Já sua capacidade de desintoxicação, auxilia no bom funcionamento do organismo, o que acelera o metabolismo. Além disso, ao aumentar a secreção gástrica e a formação e escoamento da bílis, que faz parte do processo de metabolização da gordura, a alcachofra permite que a gordura seja metabolizada mais eficientemente, diminuindo o acúmulo de gordura e, assim, o emagrecimento.

Já seu alto teor de fibras, além de proporcionar a sensação de saciedade, ajuda a regularizar as funções intestinais, contribuindo para o emagrecimento.

Como consumir alcachofra?

Encontrada fresca ou em conserva, a alcachofra apresenta um sabor amargo e pode ser servida fria ou quente, com as folhas ou apenas o coração. Pode ser cozida, grelhada, assada ou preparada ao vapor após a retirada de sua parte espinhosa superior e as pontas das folhas. A alcachofra pode ser consumida como aperitivo, em saladas, no preparo de massas e chás.

O chá pode ser preparado por infusão. Para isso, basta acrescentar 2g de folhas de alcachofra a 150ml de água fervente, cobrir o recipiente e deixar a mistura descansar por alguns minutos. As folhas de alcachofra podem ser encontradas à venda em casas de chás e lojas de produtos naturais.

A alcachofra também pode ser consumida em forma de cápsula. Segundo especialistas, as cápsulas apresentam propriedades semelhantes às da alcachofra in natura. Podem ser encontradas em farmácias e em lojas de produtos naturais.

dicasdemulher.com.br

Comments

comments

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here