INSTAGRAM: @derepentetrintei

Para dizer sim à vida é preciso ter vontade. Para dizer sim à vida é preciso ter fé, garra e brilho no olhar. Temos também que ter um elogio, um perdão e autocrítica guardados no bolso para usar sempre que necessário. Para dizer sim à vida, temos que saber admirar o outro e a nós mesmos. Hoje estou aqui para falar de começos e recomeços para nós, que já estamos ou passamos dos famosos 30!

Ok, estamos numa fase da vida em que temos características já bem definidas e marcantes. Temos tendência a demonstrar segurança – que nem sempre é verdadeira – e contar a nossa história de um jeito todo especial. Entretanto, nós estamos preparadas para mudar tudo se for preciso? Para dizer sim quando as coisas parecerem pouco promissoras? Ou mesmo para abrir os braços quando a esmola parecer demais? Tanta gente falando de aprender o não e eu querendo falar de aceitação. Vem comigo?

SIM-A-VIDA

Eu hoje disse sim ao olhar para a surpresa de encontrar pessoalmente uma pessoa querida pela primeira vez, por acaso. Eu já havia dito sim virtualmente ao convite para escrever. Eu já confirmei novamente essa vontade ao tentar ser mais frequente nos meus textos, meio a vida de mãe, profissional dedicada e solteira querendo encontrar o amor perdidamente. E eu aceito admirar bastante tudo o que é uma mulher: trejeitos só nossos, carinho ou ímpeto na voz, empolgação pura e simples com uma ideia nova… Somos assim desde que ganhamos a primeira boneca. Por isso, quero escrever para vocês. Pela felicidade de aceitar o que eu recebo.

Eu disse sim a muitos amigos inusitados e a vários pretensos amores, a desafios gigantes, a comer um doce enorme e a começar a dieta na sequência rs. Muitas conquistas, muitos fracassos. E com toda certeza, histórias divertidas e uma facilidade de resolver problemas que só sendo muito crédula (e muito mulher, porque não?) poderia ter.

Não, eu não sou ingênua e nem quero ensinar como se dar a cara a tapa o tempo todo. Eu sou feliz com as escolhas que posso ter e não me entristece aquelas que ainda não alcanço. Se meus dedos estiverem apontados para elas, uma hora, eu chego perto para descobrir o quanto são mesmo válidas.

Você, mulher linda, que escolhe sua roupa de manhã de acordo com seu estado de humor, que compartilha com uma amiga do coração tudo aquilo que te aflige e que sabe exatamente para quem contar uma novidade boa, é você que me empolga a este sim de escrever. Você que acorda e quer mudar tudo de uma vez, que tem dias em que não está satisfeita com nada, e outros, nos quais tudo parece cor-de-rosa, é você que me traz essa energia de saber que eu estou acompanhada nesse planetinha e posso confessar indiscriminadamente meu interior para você. Porque eu quero.

Aceitar inclusive as contrariedades, é uma vitória. Se os tempos são duros, seja ainda mais firme. Você consegue. E você sabe que chegará lá. Eu também. Chegaremos juntas!

ana tk

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here